Blockchain Pirata


Uma blockchain única para o Partido tem as seguintes vantagens (lista preliminar):

Descentralização e distribuição

Hoje a coisa mais distribuída possível que temos é uma wiki que usa um bando de dados em git e é salva em repositórios remotos.

No passado, já perdemos sites e iniciativas porque ficaram perdidas em servidores ou em backups de pessoas que saíram do partido ou perderam os dados.

Então com uma blockchain, provavelmente todos sites e serviços do partido continuariam na mão de poucas pessoas, que seriam as que colocam as coisas no ar normalmente. Contudo, qualquer pessoa, sendo ou não do partido, de qualquer lugar no mundo, pode replicar e manter atualizada a blockchain inteira. Na prática, basta que algumas pessoas façam isto pra ser possível que todos serviços voltem ao ar rapidamente, independentemente das circunstâncias.

É muito mais resiliente uma blockchain do que manter backups de bancos de dados manualmente. Git é um passo nisto, blockchain é um salto.


Disponibilidade de informação

Tudo que é informação que deveria ser documentada, como por exemplo o conteúdo do estatuto e dos documentos oficiais do partido, as listas de associadas(os) e desassociadas(os), os e-mails de contato, os nomes das pessoas com cargos, entre outras coisas, podem ser tranquilamente armazenadas em blocos, e quando a informação precisar ser atualizada, um novo bloco é escrito, revogando o anterior.

Há experiências de mundo real utilizando smart contracts para este fim.


Armazenamento de arquivos

Outra aplicação semelhante à supracitada é o armazenamento de arquivos.

Para além de brincadeiras e mensagens subliminares, ou utilizar a própria blockchain da bitcoin para gravar a soma sha256 de arquivos, há projetos que efetivamente utilizam blockchains como soluções para armazenamento "em nuvem" - sendo que este é o termo corporativo pós moderno, hoje já obsoleto, para o que a google faz.

Projetos corporativos do terceiro setor já usam este tipo de tecnologia pra reinventar a proteção de copyright e monetização de conteúdo. Como exemplo cito o microsoft azure e os projetos SiaCoin e Storj.

Os arquivos ficam armazenados de forma efetivamente distribuída, e elimina a necessidade de usar dropbox ou qualquer ideia imbecil parecida. Cito como exemplo mais promissor o projeto do pessoal do IPFS: FileCoin.

Pra quem fizer a pergunta óbvia: "como assim? meus arquivos vão se tornar públicos na blockchain para sempre?" - Já ouviu falar em criptografia, Pedro Bó?


Registros

Similarmente, é possível armazenar chaves públicas GPG ou SSH, identidades e identificações de associadas(os) e filiadas(os) do partido, registros DNS alternativos, DHT, links magnéticos, etc.

Se é possível armazenar arquivos com base64, por exemplo, qualquer coisa que pode ser reduzida a zero e um é possível, sendo a criatividade e a imaginação os limites.


Comunicação, interação e dinâmica de troca de informações

É possível fazer foruns, ferramentas de debate, redes sociais, e até subsídio para mensagens instantâneas seguras e privadas.

Os exemplos mais exemplares deste tipo de aplicação são o Steemit e o Synereo.

Isto resolveria a necessidade de se ter uma rede social, um sistema de deliberação, um forum, enfim, todo tipo de necessidade de comunicação interna para o Partido. Além disto, resolveria problemas com custos e manutenção de servidores. Imagine redes sociais, talvez uma internet alternativa inteira, que fica no computador de todo mundo. Isto já é realidade hoje, e poderíamos utilizar.


Votação e democracia direta

O maior medo de qualquer déspota, oligopólio, plutocracia e illuminatis em atividade é a capacidade de usar a internet para votação e engajamento político, em detrimento da realidade atual que são as massas plugadas na matrix assistindo gifs de gatos o dia inteiro.

Em conjunto com sistemas semelhantes a foruns, é possível criar uma alternativa ao loomio totalmente distribuída e que garante a identidade de cada voto, de forma totalmente pública e transparente.

Pra quem quer ler mais sobre isto, sugiro os seguintes links (tem informação útil e tem encheção de linguiça nestes links, filtra por ti mesma(o), eu já filtrei o máximo possível):

Mais links:


Dinheiro

A coisa mais óbvia pra todo mundo é que uma blockchain serve como dinheiro. É isso a coisa principal que a Bitcoin faz.

E isto dialoga com todas as atividades supracitadas. Porque a ideia de ser recompensada(o) para armazenar arquivos, informações, documentos, facilitar a distribuição de serviços, chaves, registros, facilita com que as informações sejam redundantes em mais lugares.

Isto também incentiva e motiva as pessoas a tentarem aprender e se enturmarem no processo.

Provavelmente uma criptomoeda pirata poderia ter proof of work, proof of stake, e incorporar todas as melhorias relacionadas ao aspecto de dinheiro propriamente dito que já foram feitas em outras criptomoedas.


Referências